29 abril, 2013

Resenha filme - Homem de Ferro 3



O ponto positivo com relação ao Tony Stark foi que mostrou muito mais o lado humano dele em decorrência dos últimos eventos do filme dos vingadores, pois ele pode ver que não era tão poderoso como pensava, pois no último evento teve como aliados um Deus Asgardiano, um monstro gigante verde e um super soldado.

A relação Stark/Pepper poderia ter sido mais explorada, afinal de contas eles estão enfrentando uma crise na relação, muito em função da preocupação de Stark em criar novas armaduras para protegê-la.

A ideia de colocar o Mandarim como terrorista é valida, afinal de contas ele nas HQs é um feiticeiro e entendo que no contexto dos filmes do homem de ferro um terrorista é mais apropriado.

Achei que o vírus extremis foi muito mal retratado e explorado, gostaria que fosse mais explicado a função dele e que fosse mostrado como nas revistas quando o homem de ferro apropria-se do vírus.

Gostei da participação do melhor amigo do Stark, Happy que foi o primeiro a desconfiar de Killian e que em alguns momentos acrescentou humor ao filme.

Quanto a Rhodes, achei muito pequena a participação dele no filme, porém foi uma tirada muito experta a justificativa do nome da armadura passar de máquina de combate para patriota de ferro, pois deixou nítida a arrogância do governo americano em mostrar que está preparado para qualquer tipo de guerra usando as cores de sua bandeira.

Em geral o filme não atendeu as minhas expectativas, pois esperava uma trama mais envolvente, personagens mais atuantes como o Rhodes e o Happy  que tiveram apenas momentos embora importantes e vilões que fizessem realmente frente ao Stark.





Lançamentos e Novidades

Editora Baraúna

Platônico – Sonhe, deseje, apaixone-se com ele
Autora: Nãna Freitas
ISBN:
978-85-7923-702-7
Formato: 14 x 21 cm
Número de páginas:
303


Quando um sentimento não é recíproco. Quando um sentimento é dado, mas sequer consegue alcançar o outro, até que ponto vale a pena ser alimentado?

Quais os benefícios de um sentimento como este?       Quando o mundo inteiro diz “não”! Mas o coração diz “sim”!

Esta é a história de Platônico, um romance que expõe de maneira visceral uma história de amor espiritual.

Um sentimento nascido ao acaso, um amor tão nobre que foi capaz de preencher vazios.

Aventure-se você também neste enredo apaixonante.
Sobre a autora

Nãna Freitas reside em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Trabalha com teatro há vinte e um anos. É atriz, diretora e escritora de textos teatrais, sendo fundadora e proprietária do Teatro Produzindo Sonhos (Companhia teatral que tem como principais objetivos: oferecer oficinas de teatro para crianças e adolescentes e levar às escolas espetáculos de teatro com forte cunho didático), além de vice-presidente da AGAUVI – Associação Gaúcha do Áudio Visual, cujo proprietário e presidente é o cineasta Luiz Rangel.

Adillas Place
Autor: Chris Riveiro
ISBN:
978-85-7923-700-3
Formato: 14 x 21 cm
Número de páginas:
212

Adillas Place tem um enrendo envolvente. Com ele, o leitor tem a possibilidade de conhecer um pouco sobre a vida do homem do mar, servindo a bordo do navio de guerra da Marinha do Brasil.

Entre suas passagens, convida o leitor a viver a os mistérios do mar, a solidão da noite, os prazeres da terra firme e a magia que permeia a vida. Adillas Place vai induzi-lo a um mergulho na alma e nos sentimentos. Uma história de amor surpreendente, recheada de magia e de fantasias.
Sobre o autor

Chris Ribeiro Carioca, Roberto Crispim Ribeiro nasceu em 1959. Dividiu parte da infância entre o Sul de Minas Gerais e o interior do Rio de Janeiro, onde descobriu, desde cedo, o dom para a arte da imaginação e das fantasias, a capacidade de criar histórias as quais fascinavam a jovens e adultos.


O poço
Autor: Chris Ribeiro
ISBN: 978-85-7923-699-0
Formato: 14 x 21 cm
Número de páginas: 217
Preço: 29,90


O que acontece quando estamos aguardando para retornar a vida? O que se passa no limiar da alma humana quando ela não está cônscia se manifestando no mundo materializado?

Parece que a ‘morte’ nos conduz ao poço da imaginação, enterrados longe dos raios do Sol, abaixo da superfície da terra onde tudo pode acontecer, e de fato acontece, na saga daqueles que nos brindam com essa história.

Quando o imponderável se mostra em sua forma real, causando estranheza, medo e ansiedade capaz de paralisar ou levar a ação suficiente a sair do lugar onde se está.  

‘O Poço’ é o resultado de algumas indagações antigas do autor. Que o transportará a uma viagem através do imaginário. Desvendando como seria preenchido o tempo que passamos a espera de uma nova oportunidade de retornar a matéria, uma nova chance de vida. 
Sobre o autor

Chris Ribeiro nasceu em 1959. Dividiu parte da infância entre o Sul de Minas Gerais e o interior do Rio de Janeiro, onde descobriu, desde cedo, o dom para a arte da imaginação e das fantasias, a capacidade de criar histórias as quais fascinavam a jovens e adultos.



Eventos Editora Baraúna



Beijão a todos!


27 abril, 2013

Resenha - A Ilha

Título: A Ilha
Autora: Victoria Hislop
Editora: Intrínseca
Páginas: 365
Ano: 2008
Gênero: Romance

Sinopse: Esse romance de vidas e paixões intensas desdobra-se no cenário do Mediterrâneo do início do século XX, passa pela Segunda Guerra Mundial e chega ao nosso tempo. A ilha é uma história de desejos, de segredos desesperadamente escondidos e do estigma de uma doença sobre quatro gerações de uma família inesquecível. Prestes a fazer uma escolha crucial, Alexis Fielding ansiava por conhecer o passado de sua mãe, Sofia, que nunca falava sobre sua origem. Tudo o que admitia era ter sido criada em Creta antes de se mudar para Londres. No entanto, quando Alexis decide visitar a Grécia, Sofia lhe entrega uma carta endereçada a uma velha amiga, e garante que, desse modo, a filha poderá saber mais. Ao chegar ao vilarejo de Plaka, em Creta, a jovem surpreende-se com o fato de que bem diante do local, na distância de uma curta travessia de barco, ergue-se a deserta ilha de Spinalonga - sede da antiga colônia de leprosos da Grécia, desativada. Depois de ser recebida pela grande companheira da mãe, Alexis descobre a história enterrada por Sofia por toda a vida: a trajetória de gerações devastadas pela tragédia, pela guerra e pela paixão. Assim, ela compreende por que está intimamente ligada àquela ilha, e como um segredo dominou toda a história do clã dos Petrakis.
A ilha é um romance que mostra a vida da família Petrakis, que vivia em Plaka, e foi marcada pela lepra. Alexis é uma jovem de 25 anos que se sente perdida e procura por respostas para dúvidas que tem com relação a sua vida. Ela pede a sua mãe, Sofia, para lhe contar algo sobre seu passado, mas ela é uma pessoa extremante fechada e marcada por tudo que já enfrentou, e sempre se recusou a se abrir. Porém, durante uma viagem, Alexis conhece Maria, que lhe conta sobre o passado de sua mãe. E é através destas descobertas que Alexis consegue ajuda-la a ver o seu passado de uma forma diferente, e também orientá-la com o que deve ser feito para que ela possa ter um futuro melhor.

Os personagens dessa história são marcantes e é impossível não se colocar no lugar de cada um deles. Alexis vive nos anos atuais e procura por respostas, e é através dela que conhecemos os outros personagens, como sua bisavó, Eleni, que era uma professora que amava as crianças e seu trabalho, foi diagnosticada com lepra em 1939 e foi obrigada a ir morar na ilha de Spinalonga. Ana e Maria são filhas de Eleni e são completamente diferentes. Ana é rebelde e às vezes dá vontade de estapeá-la pelo que ela faz. Maria é humilde e sempre se preocupa com o pai, mas sofre muito e mesmo assim consegue manter o amor que sente pelas pessoas que estão sempre próximas a ela. Fotini é a melhor amiga de Maria, e ela é quem conta a maior parte da história para Alexis.

Embora em alguns momentos tenha achado o livro um pouco cansativo e repetitivo é muito interessante ver o desenvolvimento da ilha de Spinalonga desde que Eleni chegou lá e como a ilha mudava a vida das pessoas que para lá eram levadas. A esperança depositada no médico que começou a testar novos medicamentos, a ânsia pela cura e poder voltar a conviver com seus parentes, a amizade de Fotini e Maria que venceu o preconceito com relação à doença, o amor entre Maria e Kyritsis que venceu a doença e a distância, são fatores que colaboraram para que a história se tornasse agradável.

A capa tem uma ligação muito legal com a história e só podemos entender depois de ler todo o livro. A diagramação é bem simples e não encontrei erros gritantes.

Quotes aqui
Vídeo mostrando a ilha de Spinalonga aqui

26 abril, 2013

Cinema - Agenda de estreias #7

Olá pessoa!!!

Nem acredito que chegou o dia de ver Homem de Ferro 3, acredito que muita gente está ansiosa para ver também.



Desde o ataque dos chitauri a Nova York, Tony Stark (Robert Downey Jr.) vem enfrentando dificuldades para dormir e, quando consegue, tem terríveis pesadelos. Ele teme não conseguir proteger sua namorada Pepper Potts (Gwyneth Paltrow) dos vários inimigos que passou a ter após vestir a armadura do Homem de Ferro. Um deles, o Mandarim (Ben Kingsley), decide atacá-lo com força total, destruindo sua mansão e capturando Pepper. Para enfrentá-lo Stark precisará ressurgir do fundo do mar, para onde foi levado junto com os destroços da mansão, e superar seu maior medo: o de fracassar.






Beijão a todos!

25 abril, 2013

O que estou lendo + quote

Olá pessoal!!

Estou lendo um livro muito legal da Editora Valentina.



"Lorde Conall Maccon, o Conde de Woolsey, era Alfa dos lobisomens da região e, portanto, tinha acesso a uma ampla gama de métodos extremamente cruéis de lidar com a srta. Tarabotti. Em vez de recuar ante o insulto dela ( cachorro, mesmo!) ele lançou mão de sua arma mais ofensiva, desenvolvidfa após décadas de experiência com várias lobas Alfas. Podia ser escocês, mas isso só o tornava mais preparado para lidar com fêmeas de temperamento forte."

"A srta. Tarabotti observou o semblante do Lorde Akeldama de perto. ele era um errante - um vampiro sem colmeia. Os errantes eram raros entre os grupos de sugadores de sangue. Era preciso muita influência política e psicológica, além de grande poder sobrenatural, para um vampiro se desgarrar da colmeia."

Beijão a todos!!

23 abril, 2013

Sorteio - Dia do Livro da Estante para o Reader



Blogs participantes

Prêmios:
1° Ganhador: 5 Livros (Delírio, Viva para Contar, O Livro do Amanhã, P.S. Eu te Amo, 2012 O segredo do Monte Negev) + 1 E- book (O Rosto que Precede o Sonho) + 12 Marcadores Diversos+ 1 Livreto 50 Tons de Cinza

2° Ganhador: 4 Livros(A Grande Rainha, O Símbolo Perdido, Tudo que ela sempre quis, A Arte da Imperfeição) + 1 E-book (Corações em Fase Terminal) + 10 Marcadores Diversos + 1 Livreto 50 Tons de Cinza

3° Ganhador: 4 Livros (O Reino, Três Amores e Uma Fronteira, Segredos Revelados, Brilhos) + 1 Ebook(A Gente Ama A Gente Sonha) + 5 Marcadores Diversos + 1 Livreto 50 Tons de Cinza

Regras Obrigatórias:
Seguir todos os blogs pelo GFC (que para quem não sabe é aquela barrinha azul com o  escrito PARTICIPAR DESTE SITE);
Curtir as páginas do facebook.

Chances extras:
Seguir pelo twitter;
Participar do canal do YouTube;
Seguir no Skoob.

** Cada blog tem que mandar o prêmio em até 30 dias após o sorteio!

a Rafflecopter giveaway


Quote - Corações em Fase Terminal

Olá pessoal!!

O quote de hoje é de um livro que me emocionou bastante. "Corações em Fase Terminal"

Resenha aqui

Beijão a todos!!

21 abril, 2013

[Resultado] Promoção O Segredo de Eva

Olá pessoal!


Vamos ver quem é o sortudo ou a sortuda que vai receber em casa esse kit muito legal da autora Adriana Vargas.



E o kit vai para...

Parabéns Renata Sara!!!!


19 abril, 2013

Cinema - Agenda de estreias #6

Olá pessoal!!

Trago as estreias que mais me chamaram a atenção e que quero poder ver.

Lançamento: 19 de abril de 2013
Dirigido por: Fede Alvarez
Com: Jane Levy, Shiloh Fernandez, Lou Taylor Pucci
Gênero: Terror
Nacionalidade: EUA

Mia (Jane Levy) é uma garota viciada em drogas. Ela é levada pelos amigos Olivia (Jessica Lucas) e Eric (Lou Taylor Pucci) para uma cabana isolada na floresta, no intuito de realizarem uma longa cura de desintoxicação. Para a surpresa de todos, o irmão de Mia, David (Shiloh Fernandez), rapaz afastado dos amigos e familiares há tempos, também aparece, junto de sua namorada, Natalie (Elizabeth Blackmore). Entretanto, eles são surpreendidos ao descobrirem que a cabana havia sido invadida, e que o porão parece uma espécie de altar grotesco, repleto de animais mortos. Lá eles encontram um livro antigo, trancado. Atraído, Eric resolve abri-lo e lê-lo em voz alta, sem imaginar as consequências de seus atos. Mia começa a manifestar um comportamento estranho, interpretado no início como sintoma da abstinência. No entanto, aos poucos, todos percebem que uma força demoníaca se apoderou de seu corpo.



Lançamento: 19 de abril de 2013
Dirigido por: Lasse Hallström
Com: Julianne Hough, Josh Duhamel, Cobie Smulders
Gênero: Romance , Drama
Nacionalidade: EUA

Quando uma misteriosa mulher chamada Katie (Julianne Hough) se muda para a pequena cidade de Southport, Carolina do Sul, seus novos vizinhos começam a levantar questões sobre seu passado. Bela e discreta, ela evita qualquer tipo de laço pessoal com os outros habitantes da região até que conhece o charmoso Alex (Josh Duhamel), um homem gentil, viúvo e pai de dois filhos, e a sincera Jo (Cobie Smulders), que se torna sua amiga. Katie começa a se interessar por Alex e se sente cada vez mais afeiçoada a ele e sua família. Ela acaba se apaixonando mas um segredo de seu passado a impede de ser plenamente feliz.


Lançamento: 19 de abril de 2013
Dirigido por: Marcos Bernstein
Com: João Guilherme Ávila, José de Abreu, Caco Ciocler
Gênero: Drama
Nacionalidade: Brasil

Zezé (João Guilherme de Ávila) é um garoto de oito anos que, apesar de levado, tem um bom coração. Ele leva uma vida bem modesta, devido ao fato de que seu pai está desempregado há bastante tempo, e tem o costume de ter longas conversas com um pé de laranja lima que fica no quintal de sua casa. Até que, um dia, conhece Portuga (José de Abreu), um senhor que passa a ajudá-lo e logo se torna seu melhor amigo.



Lançamento: 19 de abril de 2013
Dirigido por: Sally Potter
Com: Elle Fanning, Alice Englert, Christina Hendricks
Gênero: Drama
Nacionalidade: Reino Unido , Dinamarca , Canadá , Croácia

Ver o trailer

Londres, 1962. Ginger (Elle Fanning) e Rosa (Alice Englert) são amigas inseparáveis. Elas sonham com uma vida melhor que as de suas próprias mães, sempre presas à rotina doméstica, mas a crescente ameaça de uma guerra nuclear as amedronta. Não demora muito para que ambas entrem em conflito com as mães, ao mesmo tempo em que passam a idolatrar Roland (Alessandro Nivola), o pai pacifista de Ginger. Ele encoraja na filha a "lutar contra a bomba", mas aos poucos Rosa demonstra ter outros interesses envolvidos.

Beijão a todos!!

16 abril, 2013

Resenha - A Costureira

Título: A Costureira
Autora: Kate Alcott
Editora: Geração Editorial
Páginas: 376
Ano: 2013
Gênero: Romance

Sinopse: Uma jovem ambiciosa e uma estilista célebre sobrevivem ao maior naufrágio da História, mas são arrastadas pelo turbilhão de escândalos que se segue à tragédia. Tess Collins, uma jovem inglesa que sonha ser mais que uma empregada e ver reconhecido o seu talento para a alta costura, consegue emprego com a famosa estilista lady Duff Gordon a bordo do Titanic, que ruma para os Estados Unidos. Porém, a viagem que se iniciou de forma tão auspiciosa acaba se tornando a maior tragédia marítima de todos os tempos. Tess e lady Duff sobrevivem, a primeira para viver as aflições do amor e as chances de ascensão social, a segunda para se ver envolvida nos escândalos do inquérito sobre o terrível desastre naval. Com um pano de fundo histórico, mas sob um ângulo inédito, este soberbo romance acompanha a trajetória dessas duas mulheres apaixonadas pela linha e agulha, tão parecidas e tão diferentes, deleitando-nos com um retrato emocionante de uma época conturbada e de uma sociedade dividida. Tess simboliza a modernidade livre de preconceitos de classe e rica em oportunidades, enquanto lady Duff representa a decadente Belle Époque, um mundo de glamour e privilégio com os dias contados, assaltado pelas contestações sociais, indústria de massa incipiente e pressões da mídia.
Um romance diferente, intrigante e que prende do início ao fim.
A jovem Tess Collins está cansada de trabalhar limpando a casa dos outros, tudo que ela mais quer é ter a chance de mostrar o quanto é talentosa com a tesoura e agulha, ela aprendeu a costurar com sua mãe.
Tess resolve fugir e acaba indo parar no famoso navio Titanic, junto com a lady Duff Gordon que resolveu ajudá-la dando-lhe um emprego, o que ela não imagina é que desde o momento que entrou no Titanic sua vida iria mudar, é ali na sala de ginastica que ela tem a oportunidade de conhecer Jack Bremerton, um homem atraente com quem inicia uma amizade.
Durante o naufrágio do Titanic Tess não consegue embarcar no bote junto com Lucile e acaba indo em outro bote com duas criança.
Ela vacilou... não pularia segurando os dois meninos amedrontados, era tarde demais. O bote já havia descido cerca de quinze metros. Ela olhou para baixo, para o rosto chocado de Lucile, que a fitava. Era o fim, não era? Era o fim...
Logo depois da tragédia, tudo que se quer saber é o que realmente aconteceu no bote número 1, no qual os casais mais ricos estavam, porque não voltaram para pegar mais gente, será que realmente o marinheiro do bote foi subornado, será que as pessoas que ali estavam foram tomadas por um medo incondicional do que poderia acontecer se voltassem?
- A senhora sabia que me oferecer dinheiro seria direto demais. Dinheiro era para aqueles marinheiros, para eles mentirem sobre Jim Bonney durante o inquérito. Mas que foi suborno, foi.
Pink é uma jornalista que entra na trama a fim de cobrir todos os fatos jornalísticos com relação ao naufrágio, ela acaba conhecendo Tess e as duas iniciam uma amizade, elas passam a conversar seguidamente.
Tess tem a oportunidade de conhecer o atelier de Lucile, ela fica maravilhada e se sente completamente atraída por aquele ambiente. A estilista me lembrou a Miranda do filme O Diabo Veste Prada, mandona e arrogante.
Com o andar das investigações Tess se aproxima do marinheiro Jim Bonney e sabe que sente algo por ele, mas isso muda no momento em que ela fica sabendo que o homem atraente que conheceu na sala de ginastica está vivo, assim eles começam a se encontrar e manter um romance.
Será que esse romance com um homem de status social bem mais alto que ela irá dar certo?
Gente quando vi a capa do livro comecei a ler no mesmo dia, é muito bom, Tess às vezes me irritou um pouco por ser tão ingênua, mas a força que ela demostra com relação à determinação de conseguir o que quer é realmente encantador. A autora deixou bem nítida a questão da divisão das classes sociais. A arte da capa é muito linda, mostrando ao fundo o navio naufragando.

15 abril, 2013

Lançamentos e novidaes

"Mentes Inquietas - Contos sobrenaturais, de suspense e de terror" 

Até 31 de maio, a Andross Editora estará recebendo contos sobrenaturais, de suspense e de terror para publicação no livro “Mentes Inquietas”.
A Andross Editora está recebendo contos de novos escritores para publicação no livro “Mentes Inquietas”, a ser lançado em outubro de 2013 no evento Livros em Pauta. Qualquer pessoa pode participar. Basta acessar o site www.andross.com.br, ler o regulamento de participação e submeter seu texto à avaliação. As inscrições vão até 31 de maio de 2013. 
 
Alfer Medeiros
Alfer Medeiros, organizador do livro, diz que vale qualquer conto com temática sobrenatural, de suspense ou de terror. "Nosso intuito é escolher textos com tramas e personagens bem variados, cuja única ligação é a temática do livro: a inquietação.", diz Alfer. "As tramas precisam mexer com o leitor, deixá-los assustados, perturbados", completa.
 
 SINOPSE DO LIVRO: 
Mary Shelley tinha pesadelos com a ideia de ressuscitar mortos... Lovecraft sentia-se perseguido por entidades anti-humanas... Edgar Allan Poe era fascinado por felinos e pássaros negros... As melhores histórias sobrenaturais, de suspense e de terror de todos os tempos surgiram das mentes mais inquietas que a literatura universal já conheceu. Agora, uma nova safra de escritores impõe ao papel toda a angústia de suas mentes, em tramas que mesclam o fantástico à loucura, o possível ao inimaginável, a penumbra ao medo... Se é horror que você procura, veio ao lugar certo: o subconsciente humano.” 
 
BOOKTRAILER:
 
SERVIÇO: 
Livro:Mentes Inquietas - Contos sobrenaturais, de suspense e de terror” 
Organização: Alfer Medeiros
Envio do texto: até 31/05/2013 
Lançamento: 10/2013 (no evento Livros Em Pauta
Regulamento: no site www.andross.com.br 
Realização: Andross Editora

O dia sem amanhã de Roberto C. P. Junior




Uma viagem pela história, desde a França do século XVII até os nossos dias. Vivências e decisões do passado encontram sua efetivação no presente, dentro da indesviável lei da reciprocidade. A cada parada da viagem, o leitor se depara com novos conhecimentos e informações que lhe permitem compreender, de modo natural, a razão e o processo do aceleramento dos acontecimentos na época atual.





BOOKTRAILER


Skoob - Resenha

Beijão a todos!

14 abril, 2013

Promoção Especial Dia das Mães no Blog da Nanda


Com o dia das mães chegando, a escritora Fernanda Meireles está realizando um sorteio da nova edição do seu livro Um Sonho a Mais juntamente com sua continuação Pra Vida Toda.

Para participar, basta acessar este link e seguir as regrinhas:

Aproveite e adicione os livros da autora no Skoob:


Confira mais detalhes sobre os livros que serão sorteados:

Título: Um sonho a mais
Autora: Nanda Meireles
2º Edição - 2013
PerSe
O livro pode ser adquirido por R$24,42 AQUI 
Páginas: 160 
Sinopse: "Fabiana Andrade é uma jovem estudante de 17 anos com um único objetivo, passar no vestibular. Criada pela mãe costureira e abandonada pelo pai ainda muito pequena sentiu na pele as dificuldades de uma vida sem planejamento. Determinada, tem um sonho: fazer uma boa faculdade, abrir sua própria rede nacional de papelarias e dar a sua batalhadora mãe um bom descanso e uma digna recompensa por todo amor e cuidados dados a sua única filha. Um relacionamento era tudo o que ela não precisava, mas o destino lhe prega uma peça. Um antigo e apaixonado amigo é forçado a deixá-la. Uma nova e forte amizade se inicia. E um inesperado e arrebatador amor a encontra. Muita coisa acontece antes de Fabi entender a força e veracidade daquele amor. Confusões, intrigas, ciúmes, surpresas e decepções fazem de “Um sonho a mais” uma leitura divertida e viciante."



Título: Pra Vida Toda - Um Sonho a Mais 2
Autora: Nanda Meireles
1º Edição - 2013
Perse
O livro pode ser adquirido por R$26,70 AQUI
Páginas: 186
Sinopse: "Dos sonhos à realização, a vida nos reserva grandes reviravoltas, onde nem sempre encontramos o que esperamos. Ao sair da escola, Fabiana encara uma nova maratona: faculdade, trabalho, o novo negócio da sua mãe e um noivado a distância que por vários momentos lhe parece irreal. Entre tantas dificuldades, o passado decide dar as caras, enquanto o futuro oscila com os inesperados tropeços do presente. Agora a questão não é abrir espaço em sua vida para novos e doces sonhos, mas sim aprender a conviver com decisões que selarão seu destino... Pra Vida Toda"




Participem!

Beijão a todos!

13 abril, 2013

Entrevista com Nicole Peeler, autora do livro Garota Tempestade



Mesmo tendo passado a vida inteira na pequena e conservadora cidade de Rockabill, Jane True, 26 anos, sempre soube que não se encaixava numa sociedade pretensamente normal. Durante um de seus clandestinos nados noturnos no mar congelante, desafiando um perigosíssimo redemoinho, uma descoberta terrível leva Jane a revelações surpreendentes sobre sua herança genética: ela é apenas meio-humana. Agora, Jane precisa penetrar um mundo de mitos e lendas, povoado por criaturas sobrenaturais, aterrorizantes, belas e até mortais. Características que também descrevem perfeitamente Ryu, seu novo “amigo” -- um vampiro poderoso, deslumbrante e hummm, aiii... muuuito SEXY. 



PERGUNTAS DOS NOSSOS BLOGS AMIGOS
·      Gabrielle Alves, do blog Livros e Citações (http://www.livrosecitacoes.com)
O que te inspirou para fazer personagens tão diferentes, não só fisicamente, mas com personalidades tão exuberantes e doidinhas?
Nicole Peeler: Sempre fui atraída por pessoas com muita personalidade, que enxergam o mundo meio diferente. Então usei as características dos meus amigos para criar os personagens do mundo da Jane. Tenho sorte de conhecer muitas pessoas brilhantes e doidas ao mesmo tempo. 

·      Camila Palmeira, do blog Daily of books (http://dailyofbooks.blogspot.com.br/)
- Dos personagens masculinos que você criou, qual o seu favorito? Algum deles foi inspirado em algum homem “real”?
NP: Eu fiquei muito surpresa em ver como as pessoas gostaram do Gus, o espírito de pedra. Ele está virando um Cult e já tem muitas fãs. Mas o meu favorito para escrever é o Ryu. Ele é um pegador, divertidíssimo. E eu definitivamente já namorei mais que alguns Ryus na minha vida.

·      Fernanda Cagno, do blog Brilho das Estrelas (http://brihodasestrelas.blogspot.com.br)
– O que te fez querer ser uma escritora?
NP: Eu fui inspirada pela Sookie Stackhouse, escrita pela Charlaine Harris. Li no avião e pensei “Posso fazer isso.” Quando voltei para casa, criei a Jane. Foi bem louco. Seis meses depois eu já tinha um agente, e logo após tínhamos vendido nosso primeiro livro.

·      Luciana Zuanon, do blog Apaixonada por Romances (http://www.apaixonadaporromances.com.br/)
- Que outros projetos você está trabalhando e que gostaria de nos contar?
NP: Estou trabalhando em dois novos projetos. O primeiro é uma fantasia, mas é mais uma história alternativa que urban fantasy. E o outro é um mistério paranormal. Em breve teremos novos anúncios, se tudo der certo.

·      Luisa Garrozi, do blog Fome de Livros (http://blog.fomedelivros.com.br/)
– Quais autores você admira e por quê? E quanta pesquisa teve que fazer para criar um mundo tão diferente? Quais fontes você usou?
NP: Eu admiro muitos autores. Nesse momento, minha heroína é Elizabeth Peters, que também escreve como Barbara Michaels. Ela é uma egiptóloga  que escreve mistérios e romances góticos. Eu amo os livros dela. Quanto à pesquisa, eu fiz um monte, mas foi tão divertido descobrir sobre essas criaturas que não foi um trabalho chato. Para encontrá-las usei muito a internet, mas também tenho alguns livros que são enciclopédias de seres mitológicos – foram bastante úteis.

·      Danilo Barbosa, do blog Literatura de Cabeça (http://literaturadecabeca.com.br)
- O que você acha que leva o leitor a gostar de fantasia? Acha que este gênero é um modismo ou algo que perdurará?
NP: Eu acho que sempre existiu. Pense sobre Drácula, Frankenstein e Viagens de Guilliver. Ainda cito a mitologia que existe dentro da história humana. Nós sempre gostamos de elementos fantásticos na ficção e acho que sempre gostaremos.

·      Andréia Bittencourt, do blog Mon Petit Poison (http://www.monpetitpoison.com)
- Geralmente vemos a protagonista ter entre 16 a 20 anos, por que subir a idade da protagonista para 26? Queria fugir desse estereótipo ou tinha algo (ou vai ter) que impediria de ser contado se fosse mais nova?
NP: Eu queria que a Jane tivesse idade suficiente para que suas decisões fossem importantes, mas ao mesmo tempo em que ainda fosse jovem o bastante para ser inocente. Também queria que a infância traumática fosse relativamente recente, mas que já tivesse amadurecido a ponto de conviver bem com o passado.

·      Larissa Zorzo, do blog Another Words (http://anothersimplewords.blogspot.com)
- Achei o livro genial, e Jane True me encantou! Assim como ela, você adora nadar no mar? E qual a sua relação com a água?
NP: Eu amo nadar no oceano, apesar de ter crescido nadando em piscinas, já que nasci em Illinois. Meu sonho é algum dia viver perto do oceano de novo. Eu visitei Eastport, no Maine, e achei absolutamente fantástico.

·      Juliana Pâmela Giacobelli, do blog Praticamente Inofensivo (http://www.praticamenteinofensivo.com.br)
- Você tem algum ser mitológico preferido? E podemos esperar ainda mais seres sobrenaturais que ainda não conhecemos para as seqüências?
NP: Tem um monte de criaturas sobrenaturais em todos os livros e tentei colocar alguns extras a cada volume da série. E amo todos eles, mas os selkies têm um espaço especial no meu coração, por muitas razões.

·      Rosana Gutierrez, do blog Livrólogos (http://livrologos.com.br)
 – Como é o seu processo criativo? Você tem alguma metodologia? Prefere escrever ouvindo música, por exemplo? Ou você deve parar tudo e só escrever?
NP: Minha única metodologia real é que tenho um deadline, um prazo de entrega. Faço um plano detalhado antes de escrever, mas tudo acaba sendo feito na adrenalina do último minuto, já que meu dia é bem ocupado, sendo professora e autora.
– Você sempre quis ser uma escritora? Os seus pais e familiares apoiaram sua decisão?
NP: Eu sempre amei ler, então sonhava em ser uma escritora... Mas eu também sonhei em ser um piloto de avião e uma arqueóloga. Então ainda estou surpresa que acabei onde estou, para ser honesta. E minha família sempre me apoiou. Ajuda, também, que eu tenho um emprego de professora. É duro ganhar a vida atualmente sendo autor.

·      Irene Moreira, do blog Saleta de Leitura (http://saletadeleitura.blogspot.com)
- A Jane é uma personagem sexualmente liberada e sem preconceitos, sou apaixonada por esse jeitinho dela e acho importante que haja personagens assim na literatura, acho-os necessários para construir um mundo menos preconceituoso. Mas aqui no Brasil, por exemplo, existem muitas pessoas preconceituosas que criticam a homoafetividade, sexo fora do casamento e sem intenção de reproduzir, por exemplo. Você já foi hostilizada ou sofreu alguma crítica por parte dessas pessoas, por ter construído uma personagem tão livre?
NP: Eu sempre levei a vida a mil e fui aberta quanto a valores. Por sorte, nunca sofri com isso. Sou privilegiada, pois tenho ensino superior, venho da classe média, sou branca e etc. Isso significa que consigo me defender. Além disso, as pessoas já me respeitam mais por causa de onde nasci e como fui criada. Então eu tento usar esses privilégios para falar por aqueles cujas vozes estão reprimidas. Acho que os livros da Jane são um pouco políticos, até porque não falam da luta de ser uma pessoa diferente, mas do prazer. Mostram que existe uma forma diferente de viver, fora dos padrões, digamos, caretas. Obrigada pela ótima pergunta.

·      Thaís Cavalcante, do blog Pronome Interrogativo (http://www.pronomeinterrogativo.com)
– Porque você escolheu o Old Sow como ponto de partida?
NP: O Old Sow é o motivo que todo autor deve pesquisar. Eu queria que a Jane nadasse perto de alguma coisa realmente perigosa, porque ela tinha que perceber que sua natação não era “normal”. Então eu comecei a pesquisar sobre o oceano perto do Maine e encontrei o Old Sow. É real, mas não poderia ser mais esquisito se fosse inventado. Um vórtice mortífero, no meio do oceano, nomeado em homenagem a um porco? Sério? Eu amei a ideia e usei. E praticamente se tornou um personagem na história.

·      Kel Costa, do blog It Cultura (http://www.itcultura.com.br)
 – A Jane vai encontrar a mãe? E como isso vai mudar a relação com o seu pai?
NP: Oooooh, isso é spoiler! Terá que esperar até o livro 3 para descobrir. É a vida!

PERGUNTAS DA EDITORA E ENVIADAS POR LEITORES ATRAVÉS DAS REDES SOCIAIS:
 – Qual atriz você gostaria de ver interpretando Jane no cinema?
NP: Eu acho que a Emma Stone faria uma ótima Jane. Ela tem aquele jeito sexy e engraçado, que a torna perfeita para o papel.

– Você usa um monte de referências pop. Quais são seus programas de TV favoritos, desenho, filme, música e revista?
NP: Eu só FALO do mundo pop. A verdade é que sei muito pouco de cultura pop. Nunca vejo TV, e raramente vejo um filme. Escuto muita música, mas a maioria é meio alternativa. A única revista que leio, se é que pode chamar de revista, é a New York Review of Books. As referências eu acabo pegando com meus alunos. Não me exponho muito à cultura pop porque senão ficaria viciada.

  – Jane True é seu primeiro livro publicado no Brasil. O que você sabe sobre o nosso país? Você planeja ou gostaria de vir nos visitar?
NP: Eu adoraria visita-los, mas admito que conheço muito pouco sobre o Brasil. Definitivamente amaria visitá-los. Já escutei que é maravilhoso e eu AMO viajar. Então me chamem quando quiserem!

 – É muito comum na literatura moderna personagens que possuem poderes sobrenaturais ou podem mudar de forma, mas normalmente se usa animais como pássaros ou lobos, algumas vezes até morcegos. De onde veio a ideia de usar uma foca? Porque a foca? Que poder uma foca poderia ter para fazer a Jane ser tão forte?
NP: Eu tive uma aula de mitologia Céltica quando estava no ensino médio e me apaixonei pelos selkies. Eles são trágicos e bonitos, além de uma ótima metáfora para a mulher jovem que se sente presa entre dois mundos, o que é mais ou menos o que a Jane sempre foi. Quanto à força, eu queria escrever o oposto à heroína fodona. Eu acho muito fácil ser corajoso quando se tem anos de treinamento e máquinas poderosas à sua disposição. Mas ser corajoso quando se é vulnerável? Isso é a verdadeira coragem, e as mulheres mostram esse tipo de resiliência todos os dias. Eu queria recompensá-las por isso.

– Anyan e Jane serão mais que amigos? E a rivalidade entre Ryu e Anyan tem alguma coisa a ver com uma mulher no passado? Se sim, ela vai aparecer algum dia?
NP: Ooooh, isso são spoilers! Vocês descobrirão mais nos próximos livros, prometo!

– Atualmente no Brasil temos muitos novos autores escrevendo fantasia. Você conhece algum? Tem algum conselho para aqueles que estão tentando escrever?
NP: Meu maior conselho é: ESCREVA! Não se preocupe se é ruim, simplesmente escreva. Quando você tiver muitas páginas, aí você pode voltar e consertá-las, fazê-las melhor. Mas você não pode melhorar alguma coisa que não está no papel. Então escreva, escreva e escreva!

– Por que o Complexo está localizado no Canadá? É uma piada? Não poderia ser em outro lugar?
NP: Sempre achei engraçado como tudo acontece nos EUA, tanto nos livros como nos filmes. Alienígenas sempre invadem os EUA, vampiros sempre tentam dominar o mundo começando por Manhattan. Então eu tentei fazer coisas importantes acontecerem em outros lugares. Além disso, meus seres sobrenaturais não têm as mesmas fronteiras que os humanos, então eu criei o Complexo no Canadá. E Jane ama poutine*, então deu tudo certo.
*Comida típica canadense

Beijão a todos!