25 outubro, 2017

Filme - A Leoa

Sinopse: Baseado no romance de Erik Fosnes Hansen. Esta é a história de Eva (Mathilde Thomine Storm), uma mulher que nasceu com uma rara condição genética que faz com que pelos nasçam em grandes quantidades por todo seu corpo. Ela, então, precisou e ainda precisa superar o preconceito da sociedade e os desafios impostos por sua condição.

Assim que vi o filme na Netflix fiquei bastante curiosa para conhecer a história, imaginava que seria algo tipo um documentário, mas o filme é um drama com um toque de romance, resolvi assistir, mas sem nenhuma expectativa de que seria algo tão bom, o filme terminou e fiquei um tempo maravilhada recordando algumas imagens e muito, mas muito satisfeita por ter dado uma chance ao filme, um dos melhores filmes que assisti esse ano, amei.


Eva Arctander nasce com uma característica que faz com que seu pai faça de tudo para escondê-la. Sua mãe morreu logo após o parto e seu pai deveria criar a menina agora, mas sentia certa resistência em aceitar a menina que nasceu coberta de pelos. Nós vamos acompanhar o crescimento de Eva, tudo pelo que ela passou quando resolveu que era hora de frequentar a escola, a rejeição, o bullying.


O pai de Eva a proibia de sair de casa e até mesmo se aproximar das janelas, ela tinha uma cuidadora que gostava muito dela e sempre batia de frente com o seu pai, ela dizia que a menina precisava sair, conhecer outras pessoas, tomar sol, mas seu pai sempre relutante proibia, conforme a história vai evoluindo o pai vai sendo conquistado a tentar fazer coisas diferentes vamos entender o porque de ele proteger tanto Eva, na verdade ele não queria que ela passasse por situações humilhantes, pois nem todos entendiam ou aceitavam ela ser diferente.


Eva é uma personagem cativante, ela me conquistou logo no início e eu torci muito para que ela superasse tudo pelo que passou na infância e adolescência e encontrasse um final realmente digno de sua força e esse final é emocionante.

Recomendo, a história é linda, cativante, envolvente e emocionante. 


3 comentários

  1. Eu tava precisando de um empurrãozinho pra ver esse filme. Ainda essa semana vou ver ele.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  2. O filme é lindo. Amei ver a Eva lutar e se tornar alguém mesmo com toda a negatividade que existe em torno de sua vida: sua mãe que morre, seu pai que a rejeita pelo menos no começo e as pessoas que querem explora-la.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, tudo bem?
    Estou começando meu blog e queria a sua ajuda. Me segue lá!
    Seu blog é perfeito, amei!
    beijos.

    ResponderExcluir

Olá!!!
Obrigada pela visita.
Sua opinião é muito importante para mim.
Deixe o link do seu blog ou site para eu retribuir a visita.
Beijos Lizi