10 setembro, 2016

As Sete Irmãs - A História de Maia

Título: As sete irmãs - A História de Maia
Autor: Lucinda Riley
Editora: Arqueiro
Páginas: 480
Ano: 2016
Gênero:Drama/Ficção/Romance
Sinopse: Em As sete irmãs, Lucinda Riley inicia uma saga familiar de fôlego, que levará os leitores a diversos recantos e épocas e a viver amores impossíveis, sonhos grandiosos e surpresas emocionantes.
Filha mais velha do enigmático Pa Salt, Maia D’Aplièse sempre levou uma vida calma e confortável na isolada casa da família às margens do lago Léman, na Suíça. Ao receber a notícia de que seu pai – que adotou Maia e suas cinco irmãs em recantos distantes do mundo – morreu, ela vê seu universo de segurança desaparecer.
Antes de partir, no entanto, Pa Salt deixou para as seis filhas dicas sobre o passado de cada uma. Abalada pela morte do pai e pelo reaparecimento súbito de um antigo namorado, Maia decide seguir as pistas de sua verdadeira origem – uma carta, coordenadas geográficas e um ladrilho de pedra-sabão –, que a fazem viajar para o Rio de Janeiro.
Lá ela se envolve com a atmosfera sensual da cidade e descobre que sua vida está ligada a uma comovente e trágica história de amor que teve como cenário a Paris da belle époque e a construção do Cristo Redentor.
Maia D’ Aplièse é a mais velha das seis irmãs adotadas por um enigmático bilionário, Pa Salt, ainda bebê é levada para morar com ele em Genebra e quando ela tem 3 anos, ele começa a adotar novas garotas e cada uma recebe o nome da constelação das sete irmãs. Sendo que a sétima irmã nunca foi encontrada de acordo com Pa Salt.

Enquanto está em Londres de férias, Maia descobre que seu pai adotivo faleceu e para cada irmã deixou uma carta e uma frase em uma esfera armilar e coordenadas do lugar em que nasceram. A frase que Pa Salt deixa para Maia a abala profundamente, pois apesar de ser considerada a mais bonita entre as irmãs, ela se esconde em sua casa e na carreira em que escolheu. Tudo isso por um acontecimento no passado que até hoje reflete em suas ações.

Com a morte de Pa, Maia vê seu mundo virar de ponta a cabeça, pois o que ela faria sem ele? Sem sua proteção? Qual seria sua desculpa para se esconder? Já que das seis irmãs ela foi a única a permanecer no país junto a casa do pai, quando as outras partiram para novas aventuras.

Depois que descobriu que sua coordenada a levava ao Brasil, precisamente ao Rio de Janeiro, ela fica dividida em sair a procura de sua família biológica logo após a morte de seu querido pai. Mas com a volta de um fantasma do passado que ela tenta a todo custo esquecer, ela decide ir ao Brasil descobrir sua origem.

Chegando ao Brasil a autora narra de uma forma convincente o olhar estrangeiro sobre nossas terras, o medo da violência, a admiração por paisagens lindas e o tratamento caloroso de nós brasileiros. Assim que Maia chega ao Rio, ela contata um dos seus clientes que seria Floriano Quintelas escritor que a própria traduziu vários livros para outros idiomas. Logo eles dois vão tentar descobrir a história de Maia e seu passado.

A coordenada a leva a uma velha casa, chamada Casa das Orquídeas que foi o lar de uma das mais importantes famílias do Rio, a Aires Cabral. Chegando nessa casa ela se vê presa no passado de sua bisavó, Izabela Bonifácio, que foi uma jovem impetuosa e cheia de paixão, descendente de italianos, o pai de Bel lutou para ser um dos maiores fazendeiros de café do Brasil, mas sua ambição para pertencer a sociedade aristocrática do Rio condenou a vida de sua única filha.



Assim que completou 18 anos Izabela se viu forçada a aceitar como noivo um jovem aristocrático que só possuía o nome e a linhagem que seu pai tanto admirava. Com uma atitude altruísta do noivo, Gustavo Aires Cabral, ela viaja para Paris em férias antes de se casar.

Sendo que lá ela se encanta com o país, o modo de viver, as paisagens e um certo artista, Laurent Brouilly e que vai fazê-la questionar todas as regras e ditames da sociedade do Rio.

O mais incrível nessa história é que ela é ligada com a construção do Cristo Redentor. Já que o que aconteceu com a Bel foi por volta de 1930 e é a época do planejamento desse lindo monumento.

E depois que Maia descobre sobre seu passado, e perdoa os próprios erros ela começa a construir um lindo futuro, e ver que essa missão que foi praticamente dada por seu pai era para ela recuperar a felicidade que tinha perdido.

Esse livro é um prato cheio de emoções, foi uma maravilhosa experiência. Ele é aquele livro que quando acabamos, paramos um segundo e tentamos medir as consequências dos personagens. Se ele tivesse feito isso ou aquilo como seria?

O livro é o primeiro da série e foram lançados mais dois. Lembrando que cada livro conta a história de uma irmã diferente. Eu estou doida para ler o próximo.

22 comentários

  1. Achei a capa do livro muito bonita, e adoro a ideia de uma escritora Irlandesa escrevendo - de certo modo - sobre o Brasil! Dá uma curiosidade louca, hahahah.
    Beijinhos :**

    Layane Machado / Blog Starbooks

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Quero dizer que sua resenha está ótima! E que o livro me despertou interesse, mas é uma série, né? Estou correndo disso, pois estou lotada de leituras atrasadas!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Sua resenha está bem explicadinha, mas eu não consigo me atrair pelos livros da Lucinda. Só vejo críticas bacanas sobre as histórias dela, mas não me "enchem os olhos". Fica pra próxima ;)

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Sus resenha ficou muito bem escrita, gostei demais. O livro me chamou atenção.
    Vou procurar para lê-lo em breve.
    Beijos.

    meumundosecreto

    ResponderExcluir
  6. Eu ainda não li nada da autora mas vi o sucesso que ela causou na Bienal, adorei sua resenha, fiquei curiosa pela leitura por conta da sua empolgação. Dica anotada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Vic!
    Nossa... achei muito interessante essa série hein!
    Fiquei muito curiosa e com certeza vou querer ler... tomara que tenha a chance logo.
    Parabéns pela linda resenha, bjos :)

    ResponderExcluir
  8. Quando vi esse livro na news da Arqueiro, fiquei pensando por horas se pedia ou não... Mas acabei por solicitar fantasia que é o gênero que amo. Um dia surgirá a oportunidade de eu ler esse e será muito legal poder conhecer a escrita dessa autora.

    Que legal ver como é nosso país na visão de uma pessoa de outro país! Agora estou mais curioso para ler esse livro! Demais sua resenha.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  9. Olá.
    Achei muito interessante esse livro e adorei a resenha.
    Beijos!


    https://blogparadaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oie
    nunca li nada da autora mas tenho uma leve curiosidade por alguns por ouvir uma amiga sempre elogiar e me intimar a ler haha muito legal sua resenha, boa dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oiii, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra em si não despertou meu interesse, não sou muito chegada nas obras dessa autora e por isso irei pular a dica, mas parabéns pela resenha.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Tenho bastante curiosidade para conhecer a escrita da autora porque já ouvi maravilhas, mas ainda não consegui pegar alguma de suas obras para ler.
    A premissa é bem interessante e já vi as capas dos outros volumes que estão lindas!!
    Adorei a resenha e ela me deu mais vontade ainda de me aventurar na escrita da autora.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá
    Eu gosto dessa autora.
    Gostei da sua resenha e agora já quero ler essa série, já tem todos?
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Não adianta, Lucinda é diva e eu estou atrasada! Mesmo quando tinha blog literário, custei a ler um livro dela. Amei a dica! Beijos!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
  15. Não é o tipo de livro que eu costumo ler, mas achei bem interessante o fato de a história se mesclar com o Brasil e o Cristo Redentor. Talvez eu leia o primeiro livro só pra ver qualéquié, hahahaha

    ;*

    ResponderExcluir
  16. Olá, Victorya! Mão conhecia o livro e sua resenha me deixou beeem atenta a ele! Parece ser uma história bem construída e cheia de mistérios. Também gostei da ambientação, faz a gente se sentir mais próxima do que lê! E que ideia legal a de cada irmã ter ser livro! Acho que eu iria gostar de ler! ;)

    Bjs,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oie Vic
    Esse livro é muito bom! Estou com irmã sombra. Me falaram muito bem dessa série e estou gostando do modo como a Lucinda trabalhou esse enredo. E sem dúvidas parei todas as minhas leituras só para ele! Parabéns pela resenha.
    Beijos
    Facesemlivros.com

    ResponderExcluir
  18. Apesar de eu achar que a autora se encaixa no meu gênero, não consigo ler nada dela. Existe um bloqueio entre mim e as sinopses dos livros haha
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  19. Victorya, eu acho que nunca li nada da autora, mas já tinha ouvido falar dessa série.
    Gostei da premissa da história.
    Será que essa casa das orquídeas tem algo a ver com outro livro da autora?

    ResponderExcluir
  20. Hello! Tudo bem?
    Nossa ,que resenha linda.
    Achei o livro bem interessante e a capa está um arraso!!
    Fiquei curiosa com o enredo e queria ter conhecido a autora na bienal.
    Adoro conhecer um livro novo e esse me chamou bem a atenção.
    Otima dica de leitura.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  21. Olá,
    Achei interessante se passar na década de 30, raramente leio livros que se passam nessa época. E lógico os questionamentos com o casamento é bem legal de se ler.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  22. Oii.
    Muita gente me recomenda muito os livros da Lucinda, sou bastante curiosa para conhecer a leitura dela, mas ainda não tive oportunidade, parece ser bem fofo e depois da sua avaliação super positiva eu fiquei ainda mais curiosa para fazer a leitura.
    Adorei o post, parabéns.
    Beijos da Mary ;)
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá!!!
Obrigada pela visita.
Sua opinião é muito importante para mim.
Deixe o link do seu blog ou site para eu retribuir a visita.
Beijos Lizi