28 maio, 2014

Resenha - Como Viver Eternamente

Título: Como Viver Eternamente
Autora: Sally Nicholls
Editora: Geração Editorial
Páginas: 232
Ano: 2014
Gênero: Sicklit

Sinopse: Meu nome é Sam. Tenho onze anos. Coleciono histórias e fatos fantásticos. Quando você estiver lendo isso, provavelmente já estarei morto. Sam ama fatos. Ele é curioso sobre óvnis, filmes de terror, fantasmas, ciências e como é beijar uma garota. Como ele tem leucemia, ele quer saber fatos sobre a morte. Sam precisa de respostas das perguntas que ninguém quer responder. ”Como Viver Eternamente”, é o primeiro romance de uma extraordinária e talentosa jovem autora. Engraçado e honesto, este é um livro poderoso e comovente, que você não pode deixar de ler. A autora tem apenas 23 anos e embora seja seu primeiro livro, ele está sendo lançado em 19 países, dirigido a crianças, adolescentes e adultos.
Gostei bastante do livro e posso dizer que é uma leitura emocionante, envolvente e cativante.
Em Como Viver Eternamente vamos conhecer Sam um garoto de 11 anos que sofre de leucemia. Sam já não vai a escola, ele tem aulas em casa junto com o seu amigo Felix, em uma das aulas, a professora Willis incentiva os garotos a escrever algo sobre eles, Sam resolve começar a escrever e toma gosto pela coisa e começa um livro contando toda a sua vida. Sam queria achar respostas para todas as suas perguntas e a primeira pergunta dele era: Como uma pessoa sabe que está morta? No livro Sam conta como conheceu Felix e suas aventuras pelo hospital a fim de conseguir cigarros para o amigo. Sam gostava de fazer listas e uma delas continha oito coisas que ele queria fazer e no decorrer da história vamos ver como ele conseguiu realizar todas elas.

A história é muito bem desenvolvida, envolvente e faz o leitor entrar no mundo e na vida de Sam. Com uma linguagem simples e direta a leitura fluiu muito rápido, eu literalmente devorei o livro em uma tarde. Sam é um personagem marcante, pois ele não está preocupado com a morte, mas sim em ser eterno em deixar algo especial para as pessoas que estão sempre perto dele, para um menino de 11 anos ele passa certa maturidade na hora de encarar a verdade sobre a sua doença e decidir que não quer mais o tratamento e para mim o momento mais emocionante foi a morte de seu amigo e quando ele vai ver Felix e se surpreende por a morte não ser tão amedrontadora, ele sentiu apenas o silêncio e o vazio. O pai de Sam não encara a doença do filho da mesma maneira que a mãe, ele muitas vezes parece distante e não quer falar sobre o assunto, mas dá para ver que ele não se sente preparado para perder o filho.

A história é narrada pelo Sam, eu gostei muito da escrita da autora e espero poder ler algo mais dela. O livro tem uma diagramação bem elaborada, com gravuras e uma capa que chama bastante a atenção.
A leitura deixou uma mensagem bem marcante de que precisamos não nos preocupar com a morte, mas sim em deixar algo especial para as pessoas que amamos a fim de nos tornarmos eternos.
Ele continuou olhando. E de repente sorriu. Mais do que um sorriso. Era um sorrisão, largo, que tomava o rosto todo. Ele parecia tão feliz que eu comecei a sorrir também, sem querer.Então seus olhos se fecharam e seu corpo relaxou.
Ele estava tão quieto e parado! Parecia exatamente Felix, mas não havia absolutamente qualquer pessoa dentro dele. Ele podia estar em qualquer lugar, mas com certeza não estava ali.


13 comentários

  1. Oi Lilica,
    Que resenha fofa, eu já fico de coração partido com pequenos trechos. =(
    Consigo entender o pai dele, pais nunca querem imaginar a perda dos filhos, dói sequer cogitar a ideia, sei pq sou mãe e nem me atrevo a pensar em algo assim.
    Sam é bem forte para a idade e leva tudo numa boa, um ser desprendido e preocupado em deixar algo de bom para ser lembrado.
    Adorei. =)

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bem?? Ótima resenha!! Com toda a certeza vou querer ler esse livro, ele parece ser muito tocante.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima
    http://vamosfalarlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ja li esse livro e é totalmente emocionante ver uma criança sabendo que vai morrer !!
    Beijos, Polliana.
    http://www.vicioempaginas.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ola!! Primeiramente preciso dizer que ameiiiii seu blog, que coisa mais linda! hahaha

    Sobre a resenha, todas as resenhas que leio sobre este livro são sensacionais, e esta não seria diferente, estou mega curiosa para ler o livro e emotiva como sou sei que vou chorar muito!

    A proposito conheci o blog de vocês pelo Coração de Tinta da Patty e já estou seguindo! Se quiser conhecer nosso cantinho também sera super bem vinda!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  5. Oi :)

    Esse livro é um dos meus desejados desse mês, não demorarei para lê-lo. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Lizi!
    Esse livro parece ser daqueles bem intensos. Ainda estou em dúvida em relação ao que eu sinto por esses livros, rs. Mas, esse, com certeza parece ser inesquecível! Espero ter a chance de le-lo um dia desses.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  7. Como essa resenha contém spoiler, preferi não ler, pois estou bem curioso pra ler em breve.
    A única coisa que sei é que só tenho lido resenhas positivas em relação a esse livro. E pelo que vi, você também gostou bastante dele. Não vejo a hora de dar uma conferida.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  8. Emocionante, envolvente e cativante são adjetivos muito usado para descrever este livro que tem feito minha curiosidade subir e muito.
    Bjs,Rose

    ResponderExcluir
  9. Parece uma história incrível,parece bem legal ver como é a vida do Sam,sua força diante das dificuldades,gostei bastante da resenha,fiquei curiosa pra saber mais : )

    ResponderExcluir
  10. Esse livro é muito lindo!!!!!!!!!!!! Li ele e amei, uma ótima narrativa que faz a gente se emocionar.

    ResponderExcluir
  11. Já ouvi falar taaanto, mas taaanto desse livro que não tem como não querer lê-lo o quanto antes!
    É mais um dessa nova onda de sick-lit, mas acredito que é único tal como A Culpa é das Estrelas e Extraordinário. O primeiro eu já li e estou ansiosíssima pelo filme, já o segundo ainda não li, mas tal como Como Viver Eternamente está na minha lista de desejos <3

    ResponderExcluir
  12. Não tenho muita coisa para comentar pois ainda não li mas parece ser um bom livro, irei comprar em breve :)

    ResponderExcluir

Olá!!!
Obrigada pela visita.
Sua opinião é muito importante para mim.
Deixe o link do seu blog ou site para eu retribuir a visita.
Beijos Lizi