08 setembro, 2017

Filme - Death Note

 
Sinopse: Seattle, Estados Unidos. Light Turner (Nat Wolff) é um estudante brilhante que, um dia, encontra um caderno que repentinamente cai do céu. Trata-se do Death Note, que permite ao seu portador matar qualquer pessoa que conheça a partir da mera anotação do nome do alvo numa de suas páginas. Sob a influência de Ruyk (Willem Dafoe), o dono do caderno, Light passa a usá-lo para eliminar criminosos e pessoas que escaparam da justiça. A súbita onda de assassinatos faz com que ele seja endeusado por muitos, que o apelidaram de Kira, mas também atrai a atenção de um enigmático e também brilhante detetive, chamado L (Lakeith Stanfield).
Death Note foi o primeiro anime que eu assisti na minha vida, assisti depois de o marido insistir muito dizendo que eu ia gostar da história, então resolvi apostar e comecei a assistir, em pouco tempo já estava apaixonada pelos personagens principalmente por Ryuk que eu apelidei de Chuchugame kkkk, é praticamente impossível não se envolver com os personagens da série e assim que terminei fiquei super ansiosa pelo filme, minha expectativa estava nas alturas e o tombo foi feio, gente o filme não é uma adaptação da série, as mudanças foram tantas que eu me decepcionei totalmente. O que eu amei na série foi aquele jogo de gato e rato entre Light e L e isso no filme simplesmente não acontece, o pai do Light no filme tem uma personalidade completamente diferente.


A premissa continua a mesma, o jovem que encontra um caderno onde pode escrever o nome de uma pessoa para que ela morra e claro tem as inúmeras regras, blábláblá... mas o que eu mais esperava era ver o Ryuk, mas quando ele aparecia era quase sempre nas sombras nem mesmo deu para apreciar o personagem (e eu amo o ator que deu vida ao Ryuk), não explicaram o porque de ele ter uma fixação por maçãs e o pior descaracterizaram totalmente a misa misa.

A mãe de Light Turner, foi morta violentamente, ele é alvo de valentões na sua escola em Seattle. Ele está sentado em um lugar na escola e uma tormenta começa, o tempo se revolta e de repente um livro com uma capa de couro onde está escrito Death Note cai do céu, junto com o caderno vem um deus da morte chamado Ryuk.


A primeira das muitas regras listadas declara que o titular atual do livro tem a capacidade de matar. O detentor do livro só deve anotar um nome, visualizar a fisionomia do alvo pretendido e então descrever como quer que a morte ocorra.

Light resolve experimentar o livro colocando primeiro o nome de um dos valentões da escola e a morte ocorre exatamente como ele definiu no livro, logo depois ele resolve que é hora de matar o assassino de sua mãe e posteriormente ele começa a escrever o nome de muitos criminosos.

Mia é uma líder de torcida e Light sempre nutriu sentimentos por ela, o que é estranho é que eles do nada já estão juntos, escolhem suas vítimas e para todos os efeitos as mortes são obra de um ser chamado Kira.


Quando as mortes começam a chamar a atenção demais, a polícia entra em contato com L, um jovem que tem um dom excepcional para resolver crimes, viciado em doces e com maneiras peculiares, o personagem na série é misterioso, meticuloso, cuidadoso, no filme ele foi muito bem caracterizado, mas o que faltou foi justamente todo o jogo que acontece entre ele e Light.


Eu vi algumas discussões na internet, sei que muitas vezes algumas adaptações não ficam muito parecidas com o original, mas com relação à Death Note, eu achei que a adaptação na verdade teve uma roupagem tão diferente da original que a experiência com o filme foi decepcionante. Fiquei realmente triste com a descaracterização que ouve com os personagens. Esperava mais, muito mais, mas mesmo assim eu recomendo que vocês assistam e tirem suas próprias conclusões.



2 comentários

  1. Essa foi uma graaande decepção! se tratando de adaptação nunca vou com tanta empolgação pois elas tendem a ser mais fracas mesmo, mas gente... essa demais! T_T

    Primeiro por que Light é sagaz demais no anime, eu esperava um personagem cheio de frieza mas não foi isso que aconteceu, o ator foi totalmente apaixonante e correto, ou seja o contrario do personagem haha
    e não entendi essa Mia ai... gente cadê a Misa Misa apaixonada? hahaha xD
    Queria ver L morrer... mas enfim... acho que quem não assistiu o anime talvez goste né.. :p

    Beijos!
    https://tamigarotaindecisa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá!!!
Obrigada pela visita.
Sua opinião é muito importante para mim.
Deixe o link do seu blog ou site para eu retribuir a visita.
Beijos Lizi